Arquivos da categoria: Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologista Morumbi

Probióticos na gravidez

Hoje vamos falar sobre probióticos na gravidez!

probioticos_gravidez

Para quem não sabe, o termo probióticos (“pró-vida”) se refere a microorganismos vivos que, se ingeridos adequadamente, podem auxiliar na preservação do equilíbrio da flora intestinal e vaginal; já o termo prebióticos são carboidratos não digestíveis que auxiliam na alimentação dos probióticos, funcionando então como uma simbiose. Os probióticos podem conter uma variedade de micro-organismos, sendo os mais comuns as bactérias Lactobacillus e Bifidobacterium, além de outros organismos como o Saccharomyces boulardii.

Em uma revisão sistemática e meta-análise de 2018 (PLOS Medicine – https://doi.org/10.1371/journal.ped.1002507 February 28, 2018 – para quem quiser se aprofundar no assunto), mostrou-se que a dieta da mãe durante a gravidez e a amamentação podem influenciar o risco de o seu filho desenvolver uma doença alérgica. Um suplemento probiótico diário, como L. rhamnosus, ingerido entre 36 a 38 semanas de gestação e também nos primeiros 3 a 6 meses de lactação, podem reduzir o risco de doença eczema na criança.

Além disso, sabemos que durante a gestação o intestino funciona mais lentamente, sendo a constipação uma queixa comum entre as grávidas, e os probióticos na gravidez atuam positivamente regularizando a função intestinal.

Os probióticos auxiliam na prevenção de doenças intestinais, como colite, síndrome do intestino irritável, doença de Crohn e inflamação intestinal; auxiliam no combate a doenças como câncer, candidíase, hemorroidas e infecção urinária; aumentam a absorção de nutrientes, como vitamina B, cálcio e ferro, fortalecem o sistema imunológico, por aumentar a produção de células de defesa chamadas macrófagos; ajudam a digerir a lactose, especialmente em pessoas com intolerância à lactose; previnem problemas como obesidade, colesterol alto e hipertensão; além de alergias e intolerâncias alimentares; e ajudam a melhorar o humor, uma vez que foi identificada uma relação direta entre o equilíbrio da flora intestinal com uma diminuição de doenças como a depressão e a ansiedade.

O uso de probióticos, que são isentos de efeitos colaterais, juntamente a uma dieta saudável e exercícios físicos podem contribuir positivamente para a longevidade de toda a família.

LEMBRE-SE, antes de começar utilizar qualquer suplementação ou medicamento procure seu médico.

Rua Deputado João Sussumu Hirata, 180 – Panamby, São Paulo-SP
Telefone: (11) 3502.6200