Radiofrequência

A Radiofrequência é um tratamento que faz o envio de corrente elétrica alternada de alta frequência, fazendo com que haja penetração desta energia na derme e hipoderme, aquecendo o tecido. Este mecanismo resulta em produção fisiológica de novo colágeno e de elastina, através do estímulo dos fibroblastos. Ocorre também um aumento do nível de oxigênio nas células, provocando a difusão de nutrientes, levando ao aumento do metabolismo celular e à diminuição do volume das células de gordura (triglicérides).
 


Muito eficaz para as seguintes indicações:
1) Flacidez facial e corporal;
2) Gordura Localizada;
3) Combate a celulites;
4) Melhora do contorno corporal;
5) Redução de Rugas.

São necessárias de 3 a 10 sessões, dependendo da região tratada. Devendo ser realizadas 1 vez por semana, nos tratamentos corporais, ou com 2 a 3 semanas de intervalo para o tratamento facial. Para manutenção do resultado, devem ser realizadas novas sessões de radiofrequência anualmente.


Existem várias marcas de equipamentos que realizam a radiofrequência. A escolha do equipamento adequado é fundamental para a segurança do paciente e para a eficácia do tratamento. O procedimento é seguro, mas por se tratar de tratamento através de calor, equipamentos de baixa qualidade ou mal calibrados podem causar queimaduras nos pacientes.

Logo após a radiofrequência, é normal que a pele apresente uma leve vermelhidão e inchaço suave a médio. Pode ainda haver urticária – caracterizada por vergões vermelhos e salientes na superfície da pele que geralmente provocam coceira – e marcas arroxeadas na pele. Pode ainda acontecer alergia à substância utilizada (o gel ou a vaselina). Todos esses efeitos colaterais são transitórios e não caracterizam riscos ao paciente.

As sessões podem ser aplicadas por um técnico especializado e treinado, mas é ideal que sejam realizadas em clínica, com supervisão médica, pois há contraindicações que serão melhor diagnosticadas por dermatologistas.

As contraindicações são o uso de marca-passo, desfibrilador ou qualquer implante eletrônico, doença de pele na área tratada, coagulopatias, hematomas, ou histórico de trombose profunda, uso de medicamentos anticoagulantes, corticóides de modo contínuo, uso de Isotretinoína (medicação para tratamento de acne grave) nos últimos 6 meses, tumores malignos ativos ou recentes (em qualquer lugar do corpo), doenças da tireoide descontrolada, qualquer histórico de doenças estimuladas pelo calor como a herpes, diabetes descompensada, pacientes imunodeprimidos e gestantes.

Os resultados são praticamente imediatos e clinicamente comprovados. Método seguro, eficaz e não invasivo.

Profissionais

dra-leticia

Dra. Letícia Sabo Müller – CRM: 137514

  • Graduada em Medicina pela Universidade de Passo Fundo / RS – UPF
  • Especialização / Pós Graduação em Dermatologia pela Fundação Souza Marques
  • Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica – SBDCC
  • Especialização em Medicina Estética pela Associação Internacional de
    Medicina Estética – ASIME
  • Atualização em Laser pela Harvard University – Boston
  • Línguas: Inglês e Espanhol

leticia.sabo@vivid.med.br

dra-mariacandida

Dra. Maria Cândida Nahás Santili Galastri – CRM: 123986

  • Graduada em Medicina pela Universidade de Ribeirão Preto – UNAERP em 2006
  • Especialização em Dermatologia pelo Hospital Ipiranga – SP
  • Título de especialista em Dermatologia
  • Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD
  • Pós-graduação em Medicina Estética pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa – IBRAPE
  • Línguas: Inglês

maria.santili@vivid.med.br

dra-milena

Dra. Milena Marcelo Fortunato – CRM: 142090

  • Graduada em Medicina pela Universidade Presidente Antonio Carlos – UNIPAC/JF
  • Especialização / Pós Graduação lato sensu em Dermatologia pela Fundação
    Souza Marques
  • Especialização / Pós Graduação lato sensu em Medicina Estética pela Fundação
    Souza Marques
  • Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica – SBDCC
  • Cursando Pós-graduação lato sensu em Medicina Ortomolecular
  • Cursando Pós-graduação lato sensu em Adequação Nutricional e Manutenção da
    Homeostase Endócrina – Prevenção e tratamento de doenças relacionadas à idade
  • Línguas: Inglês e Espanhol

milena.fortunato@vivid.med.br

dra-camila

Dra. Camila de Araújo França Visciani – CRBM 3696-9

  • Graduada em Biomedicina pela Universidade José do Rosário Vellano – Unefenas – BH
  • Habilitada em Biomedicina Estética pelo CFBM
  • Habilitada em Bioquímica Clínica pelo CFBM
  • Título de especialista em Estética Avançada pela ABBM
  • Título de especialista em Técnicas Ortomeleculares e Antiaging pela ABBM
  • Título de especialista em Metabologia Humana pela ABBM
  • Membro da Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética – SBBME
  • Cursando Pós-graduação lato sensu em Terapia em Estética Ortomolecular no Instituto
    de Pesquisa e Educação em Saúde de São Paulo – IPESSP
  • Línguas: Inglês

camila.franca@vivid.med.br

Leia Mais

    • Dezembro Laranja: começa o mês da conscientização do câncer da pele

      Este é o terceiro ano consecutivo que a Sociedade Brasileira de Dermatologia colore o Brasil de laranja para passar uma mensagem importante: a de que o câncer da pele pode ser prevenido. Chegou a hora …
    • Evento Allergan

      Na última semana foram reunidos em São Paulo os 500 médicos que, atualmente, mais realizam procedimentos estéticos, entre Dermatologistas e Cirurgiões Plásticos de todo o Brasil. Fazendo parte desse seleto grupo de profissionais, a Dra …
    • Evento Merz

      Dra Letícia Sabo Müller, dermatologista da Clínica Vivid, marcando presença em recente evento da Merz que abordou o que há de mais novo em tratamentos para rejuvenescimento de face, colo, pescoço e mãos. O evento …
    • Tratamento para Olheiras

      Uma das queixas mais comuns no consultório são as olheiras. Quando inicia o processo do envelhecimento, uma das primeiras regiões que começa a chamar a atenção são elas, deixando aspecto de cansaço e abatimento. Podem …
    • Vitiligo

      Caracteriza-se pela diminuição ou falta de melanina (pigmento que colore a pele) em certas áreas do corpo, gerando manchas brancas nos locais afetados. As lesões, que podem ser isoladas ou espalhar-se pelo corpo, atingindo principalmente …