Diarreia em crianças

Ao contrário do que muita gente pensa, fazer cocô mole não é sinal de diarreia. “O diagnóstico só é dado se houver um aumento no número de evacuações ao longo do dia, geralmente mais de três vezes, e se as fezes estiverem líquidas, semilíquidas ou pastosas. Além disso, o quadro pode vir acompanhado ou não de vômito, febre, náusea, cólica intestinal, prostração ou perda de apetite”. Em média, a diarreia dura de três a sete dias.

diarreia-em-criancas

Se esse for o caso do seu filho, fique atenta para que ele aumente a ingestão de líquido nesse período. “As evacuações constantes contribuem para a perda de peso e a desidratação, e neste período a alimentação deve ser leve, com porções pequenas e em intervalos curtos, já que nessa fase a criança não aceita comer muito. Forçar a alimentação não é recomendado, já que o pequeno pode vomitar e ficar ainda mais desidratado.

Os principais sinais de desidratação que os pais devem ficar atentos e comunicar o pediatra o quanto antes são: diminuição na quantidade de urina, olho fundo e sem brilho, prostração, diarreia acompanhada de sangue, perda de apetite e febre alta (maior que 38,5° C).
Recomenda o Dr. Eduardo Brandina.
Visite-nos: Rua Dep. João Sussumu Hirata, 180 – Panamby (Morumbi) – São Paulo


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>